segunda-feira, 30 de março de 2009

Coisas que passam pela cabeça da ML V


Bonito, bonito era haver uma versão do TimetoSpend descodificado! Falam que falam e é tudo por palavras com duplo, triplo significado!! Upa lá lá…



É do aneurisma! Já passa!

domingo, 29 de março de 2009

Caos



“Até as nossas vidas são geridas pelo caos. Imagina, por exemplo, que te metes no carro e, antes de arrancares, percebes que a aba do teu casaco ficou presa na porta. O que fazes então? Abres a porta, ajeitas a aba, fechas a porta e arrancas. Perdeste cinco segundos nesse processo. Quando chegares à primeira esquina, aparece um camião que te abalroa. Resultado: ficas paraplégico a vida toda. Agora imagina que não prendeste a aba do casaco na porta. O que acontece? Arrancas imediatamente o carro e chegas à esquina cinco segundos antes, não é? Olhas para a direita e vês o camião a aproximar-se, esperas que ele passe e depois prossegues a tua viagem. É isto a Teoria do Caos. Por causa da aba do casaco presa perdeste cinco segundos que te vão fazer a diferença o resto da vida. Pequenas causas, grandes efeitos. “

In a Fórmula de Deus, José Rodrigo dos Santos



Não acredito no que usualmente se costuma designar por destino. O haver um futuro predeterminado à partida, entenda-se à nascença, não me convence de todo. Admito sim, que todos nós temos sempre a possibilidade de escolher e de fazer as opções que, em determinada altura, reconhecemos como as mais correctas. E são essas opções tomadas consciente ou inconscientemente por cada um de nós que vão determinar tudo o resto. A vida é feita de oportunidades, de momentos, de instantes. E todos eles nos marcam de uma ou de outra forma. Mas de todos esses momentos, há OS momentos, os momentos especiais, os que não se esquecem, os que nos dão força e nos fazem acreditar que tudo é possível e que, no meio do caos, nos trazem a certeza que tudo pode fazer sentido…

sexta-feira, 27 de março de 2009

O meu lado...



… o meu lado lamechas!! LOLOL

Podia escrever aqui um texto de fazer corar de vergonha o nosso Nobel Saramago. Podia escrever um texto de mil e uma palavras para descrever o que foi a minha participação neste espaço. Podia escrever e divagar o que para mim significou o TTS, mas além de não ter tempo, isso não interessa nada porque (para já)… a brincadeira chegou ao fim. Como disse o FM: the end!!

Acreditem que muitas vezes, mas mesmo muitas vezes, durante todo este tempo, pensei na questão da identidade. No facto de simplesmente assinar, com as iniciais que, com o consenso do chefe FM, escolhi: ML. Por mais que, alguns não compreendam, e que provavelmente nunca o venham a fazer, ou tentar sequer fazer, eu tenho cá para mim que quanto mais o tempo passava mais fazia sentido continuar assim. Não anónima, mas com a identidade protegida (como disse uma vez a vizinha amarela: “quê? Fazes parte de um programa de protecção de testemunhas?” LOL) Maybe, maybe. Se a identidade da ML estava e está no cofre-forte da gerência deste espaço tinha e tem o seu propósito. Todas as hipóteses levantadas bateram na trave! But who cares, friends?? Isso não importa nada… saber quem é a ML para quê?? Sou fantástica? Sou! Sou inteligente? Por demais! Sou uma gaja-para-lá-de-seis-estrelas? Claro que sou! Mas vocês também! (Os dias de mau-feitio não duram para sempre!! Hehe)


Fez este mês, 10 meses (!!!!) que entrei nesta aventura com o FM, e desde então, tanta coisa se passou, tanta coisa aconteceu e tanta coisa vi acontecer… e muito sinceramente só fazia sentido continuar se a ML continuasse a ser simplesmente JustML… e o TimeToSpend continuasse a ser um espaço livre, onde pudesse soltar a verdadeira ML que há em mim.


A vida nem sempre é cor-de-rosa, my friends, a vida nem sempre sorri para nós; mesmo que passemos a vida inteira a sorrir para ela, nem sempre estamos onde pretendíamos estar, nem com quem desejávamos estar e nem sempre os nossos sonhos são possíveis… vão sendo possíveis, às vezes, aos bocadinhos… Mas este espaço permitiu-me explodir, desabafar, chorar, disparatar, dizer as barbaridades que bem entendesse, partilhar emoções, incentivar “picanços”, sorrir e rir muitas vezes às gargalhadas, sonhar, e acreditar… Foi tudo muito bom. Muito bom mesmo. Mesmo que às vezes ninguém entendesse o que escrevia (mais isso já são mais quinhentos, como diz a Lau ;))!


Digam o que disserem não podemos dizer tudo o que pensamos, nem tudo o que sentimos de ânimo leve, a toda a gente. A sociedade juntamente com a “dita” moralidade não nos permite tal ímpeto, mas este blogue levou-me acreditar que isso era “teoricamente” possível, até um determinado instante… Até ao momento que passei a pensar demasiado no escrevia, e para quem escrevia... Não era isso que queria, controlar o que escrevo não! Assim, não fazia sentido continuar. Mais do que um lugar de troca de ideias, de desabafos, de segredos, de carinho, de descarga de energia, para todos nós, para mim este blogue tornou-se um “caça à ML”! No bom sentido, mas mesmo assim isso!


A todos vocês um very, mas very thanks… e agora quando a poeira assentar e a ML tiver tempo livre venha a partyyyyyyy!!!


Big Kisses


ML


Always! :)


Miss you all……….

quinta-feira, 26 de março de 2009

The End

TimeToSpend chegou ao fim... dia 31 encerra as portas. Tudo tem o seu tempo e TimeToSpend teve o seu, provavelmente dentro de pouco tempo surgirá outro sitio para passar o tempo ou talvez se reactive este blog ;)

Obrigado a todos e obrigado a enorme contribuição da ML

por falar nisso....agora vendo a ML por 10cent.

quarta-feira, 25 de março de 2009

Como me sinto....


terça-feira, 24 de março de 2009

Eu pago!



Eu pago para ter tempo! Preciso de tempo! Estou verdadeiramente sem tempo para nada, sufocada com tanto trabalho. (Às vezes, muito às vezes eu até trabalho!!) Isto não é vida para mim! As olheiras já cá andam há dias. Sinto-me esgotada.


Mas lá no fundo, acredito seriamente que o melhor ainda está para vir... Oh si!! Acredito que sexta-feira o Euromilhões é meu… e voilámi vida vira una FIESTAAAA!!! :)

domingo, 22 de março de 2009

sexta-feira, 20 de março de 2009

A tal da cumplicidade masculina…

Recebido por email…


"Nós…

A esposa passou a noite fora de casa. Na manhã seguinte, explicou ao marido que tinha dormido na casa da melhor amiga. O marido, então, telefonou para dez das suas melhores amigas. Nenhuma delas confirmou.


Eles…


O marido passou a noite fora de casa. Na manhã seguinte, explicou à mulher que tinha dormido na casa do seu melhor amigo. A esposa, então, telefonou para dez dos melhores amigos do marido. Sete deles confirmaram, e os três restantes, além de confirmarem, garantem que ele ainda está lá!!"


LOL Oh si… Esta me gusta!!!


;)

quinta-feira, 19 de março de 2009

Coisas que passam pela cabeça da ML IV


Um dia alguém me vai fazer a gentileza de explicar, como se eu fosse uma criança de 4 anos (não estou muito longe disso não…) , que treta é essa da cumplicidade masculina!

quarta-feira, 18 de março de 2009

terça-feira, 17 de março de 2009

Azeite à Tona - Miguel Sousa Tavares

«1 O Ricardo Araújo Pereira, desenterrando um texto meu de Agosto, ao que parece, acha que chegou a altura de se dar credibilidade a Ana Salgado — a irmã da dita cuja e que, interrogada à pressa e madrugada adentro pelo Ministério Público (MP), assinou uma declaração onde desdisse tudo o que andou a dizer nos últimos dois anos e que, jura agora, só disse por estar paga por Pinto da Costa. Pois não me atreveria a dar conselhos sobre humor ao Ricardo (embora, e aproveitando, não resista a dizer-lhe que me parece que o humor dos Gatos anda um bocado por baixo, a começar por aqueles insuportavelmente desengraçados anúncios ao MEO...). Não sei o que perceberá o Ricardo de Direito e julgamentos, mas, se me permite citar a minha experiência de doze anos de advocacia, com muito crime pelo meio, garanto-lhe que nunca vi nem ouvi contar um caso em que o MP, a meio de um julgamento, se tenha apoderado de uma testemunha de defesa e passado a usá-la contra a própria defesa. E que, para tal, um ilustre magistrado se tenha dado ao incómodo de se deslocar de urgência de Lisboa ao norte, para registar por escrito declarações da dita testemunha, madrugada fora, e enviá-las à pressa e por fax para o tribunal.
Eu reconheço que qualquer das duas irmãs do «clã Salgado» (para usar a expressão constante do inesquecível «livro»), são, digamos, donas de uma verdade muito flutuante: ora estão com este, ora com o outro; ora juram por isto, ora pelo seu contrário. Mas isso é problema do MP, que quis desencadear toda esta bernarda do Apito com base em testemunhas desta envergadura. Mas a questão não é essa: a questão é — como eu disse e o Ricardo fez o favor de me recordar — saber porque razão uma testemunha que o MP considerou simples difamadora durante dois anos, passa, afinal, a testemunha decisiva e de última hora, assim que se consegue que inverta a sua verdade, até então ignorada. E porque razão alguém, que vem confessar que andou a mentir durante dois anos porque estava paga para tal, de repente já merece ser acreditada, sem qualquer hesitação. Pergunto eu: e não terá (também ou antes) sido aliciada agora, no decurso desse, imagina-se, dramático interrogatório nocturno em que, tal como S. Paulo na estrada de Damasco, de repente viu a verdade ali diante dos olhos?

Quinta-feira passada, dia seguinte à qualificação do FC Porto para os quartos da Champions (não sei se sabe o que isso é, Ricardo?), eis a notícia ao alto da primeira página do Correio da Manhã: «Pinto da Costa suspeito de subornar testemunha». Mais abaixo, outro título de desporto: «Ronaldo elimina Mourinho». E ainda mais abaixo e em letra mais pequena, enfim: «FC Porto passa aos quartos». Ai o cotovelo, como dói! E, todavia, dois dias antes, no mesmo tribunal de Gaia que julga Pinto da Costa, uma outra testemunha, que se identificou como ex-namorado de Carolina Salgado, veio e contou que um dia, quando estava a almoçar com ela em Lisboa, apareceu o presidente do Benfica, que se sentou e perguntou à senhora: «Então, o que me trazes e quanto queres por isso?» É verdade que Luís Filipe Viera já desmentiu isto e eu tenho esta velha mania de só acreditar em acusações depois de provadas no local adequado. Mas pergunto: se Pinto da Costa é suspeito de subornar uma testemunha porque ela disse tal a um magistrado do MP que a interrogou a sós e noite fora, porque não é suspeito do mesmo Filipe Vieira, quando uma outra testemunha o diz perante um tribunal, sob juramento e sujeita a contra-interrogatório?

(Está a ver, Ricardo: é por fazer perguntas destas, assim tão idiotas, que os benfiquistas se irritam tanto que eu escreva aqui...)

2 Esta semana, o azeite veio mesmo à tona e no fundo mergulharam todas as verdades flutuantes. O Sporting (que teve um grupo feliz de qualificação na Champions), mostrou, de forma transparente, até que ponto a sua dimensão futebolística está a milhas de uns oitavos-de-final da Champions: 25 golos sofridos esta época em cinco encontros com grandes da Europa, não deixam margem para duvidar que o que aconteceu contra o Bayern não foram dois acidentes de percurso, mas sim o reflexo de um espelho que não mente. Só vi o jogo até ao primeiro golo e logo mudei para o Liverpool-Real Madrid, porque cheirou-me a humilhação e não quis vê-la. De nada serviu a lição, porém: quatro dias depois, business as usual, lá estava a SAD do Sporting a fazer mais um comunicado contra uma arbitragem...

Quanto à repousada equipa do Benfica, pejada de anunciadas estrelas (o Di María é um suposto Maradona, o Pablo Aimar, que a mim me parece um banal Roger, é alcunhado de el Mago, e por aí fora...), depois de tantas vitórias à tangente, «tem-te não caias», foi à Figueira, apanhou-se a ganhar aos dois minutos sem saber como e logo recuou toda para defesa, de onde não saiu mais de uma hora a fio, só sendo salva por um livre, dos vários inventados pelo árbitro preferido do presidente do Benfica. E este sábado, lá se dispôs a repetir a fórmula contra um Guimarães que a experiência ensinava ser um adversário amigo e inofensivo — como de facto foi, excepto na única vez em que se decidiu a tentar um golo, por distracção. Enfim, desta vez correu mal e, como disse Quique Flores, «é um milagre que (este) Benfica ainda seja candidato ao título». Li algures que os titulares que tanto se esforçaram contra o Guimarães, coitados, tiveram folga no domingo e folga na segunda. E querem ganhar o quê — o julgamento de Gaia?

Enquanto isso, o FC Porto ganhou tranquilo e autoritário contra o Leixões. Tão tranquilo e tão autoritário que as vozes do costume logo trataram de levantar suspeitas: dois jogadores do Leixões teriam sido aliciados ou estariam já contratados pelo FC Porto. Nada suspeita, claro, fora a derrota, no jogo anterior na Luz, graças a um auto-golo, ou a derrota posterior por 0-4 em Paços de Ferreira. É assim, com esta impune leviandade, que os anti-portistas acham que conseguem explicar aos tolos que aquilo que entra pelos olhos adentro de todos não é verdade. Mas na quarta-feira seguinte, num jogo de risco intenso e de exigência máxima, o FC Porto eliminou o Atlético Madrid (vindo de humilhar o Barcelona e o Real) e só não ganhou porque, nos dois jogos da eliminatória, a sorte não quis nada com o FC Porto. E ei-lo assim na restrita colheita das oito melhores equipas da Europa — onde, por exemplo, não há nenhuma equipa russa, holandesa, francesa ou italiana.

E quando todos os imaginavam exaustos e sem poder ofensivo, devido à ausência de Hulk, o FC Porto arrancou uma primeira parte de campeão, quatro dias depois, contra a Naval, só não acabando o jogo em goleada porque um senhor chamado Cosme achou que o momento aconselhava fazer vista grossa a três penalties contra a Naval, o primeiro dos quais, simplesmente chocante. (Ainda pensei que fosse eu que estava a ver a coisa deformada e, por isso, fui consultar o painel dos três ex-árbitros de O Jogo, e, coisa rara, os três coincidiam nos três lances: todos tinham sido penalty, o guarda-redes ficara por expulsar no primeiro e o Lisandro levara um cartão amarelo, que o afasta do próximo jogo, por supostamente ter simulado um penalty, que existiu mesmo. Auguro um grande futuro na arbitragem a este senhor Cosme, que eu não conhecia. É claro que nada disto entrará para o registo dos erros de arbitragem, tão dissecados quando prejudicam outros. É como na jornada anterior, quando todos concluíram que não tinha tido «casos»: apenas um pequeno «caso», que valeu dois pontos a mais ao Benfica...

3 Caso, caso, é o Helton. Há dois anos, já, que aqui escrevi o que pensava dele: um bom guarda-redes para uma equipa como o Leiria, um guarda-redes insustentável para uma equipa com as ambições do FC Porto. Parece que agora, finalmente, todos começam a ver o óbvio. E o óbvio nem são os erros clamorosos e os golos oferecidos nos jogos de maior responsabilidade. É, por exemplo, isto: constatar que nos dois últimos jogos do campeonato, as duas únicas oportunidades de golo do Leixões e a única da Naval foram criadas pelo Helton, permitindo cabeceamentos frontais à baliza dentro da pequena área, sem nenhuma reacção. É triste, mas é assim, e o Bruno Alves parece que não fica lá para sempre.

Miguel Sousa Tavares n' A Bola.»

segunda-feira, 16 de março de 2009

O tempo…


… está bom e recomenda-se! :)

Já que a censura paira por estes lados, falo desse cliché que é o tempo!! (E não, não foi o chefe FM que me censurou!!!, sou eu própria que tenho que me conter senão hoje era um derrame de disparates a sair destas teclas!!) Mas confesso, que lá no fundo sempre quis fazer um post a falar do tempo! ;)



Ai o sol, o sol a queimar-me o sistema… :P

domingo, 15 de março de 2009

Talking Images I

sexta-feira, 13 de março de 2009

Uma Volta de Elevador?!


Eu para ser sincero nem me lembrei que era sexta-feira-treze.... mas apesar de tudo posso dizer que tive um dia fantastico, coisa que já não acontecia há uns bons meses, tirando as vitórias do FCP. 

Comecei por ir ver mais um concerto daquela banda de merda, phist (brincadeira!), acabei por beber mais do que devia, principalmente para um dia de semana e quando no dia a seguir tinha de ir para braga, mas...vida é feita destas coisas, são estas coisas que levamos daqui! Acabei a noite com uma conversa surreal com a vizinha...

Braga...há muito tempo que não lá não ia. Já não estavamos todos juntos em braga.....há muito tempo e foi bom recordar tanta coisa.. Fogooo sofremos tanto lá!

Docinho esteve em grande como sempre! Vida é assim mesmo, feita de momentos doces, neh?! Keep smiling....lobe u! (one day!)





Sexta-feira 13!!!!!


Abram alas ao maravilhoso mundo dos pensamentos deveras alucinantes e informativos da ML: caso não tenham reparado hoje é sexta-feira 13!!! Agora dizem vocês: Who cares??!
Pois, my friends, nem eu queria saber até que recebi estas superstições por email. Confesso que não sou muito (para não dizer nada) ligada a estas coisas do além. Para ser sincera custa-me mesmo entender as pessoas que convictamente acreditam nestas coisas e que quase regem as suas vidas por elas. Faz-me confusão, pronto. Às vezes penso que só dizem que acreditam nestas balelas para se mostraram diferentes. Mas mais absurdo do que isto, é ter tido a noção que estupidamente e inconscientemente eu própria (???) faço algumas destas coisas no meu dia a dia!!!! Ora vejamos:


Pé direito - Devemos sair de casa e entrar em qualquer lugar, sempre com o pé direito, para evitar o azar. - Não me preocupo com isso quando saio de casa, mas sempre que tenho alguma coisa importante para fazer em determinado local, tento entrar com o pé direito!


Bolsa no chão - Não devemos deixar a bolsa apoiada no chão se não quisermos perder dinheiro. – Eu cá com dinheiro não facilito, se puder não deixo a carteira no chão!


Vassoura - Para dispensar uma visita chata, é só deixar uma vassoura de cabeça para baixo atrás da porta. Crianças que montarem em vassouras serão infelizes. Mais uma: varrer a casa à noite expulsa a tranquilidade. – Estas não faço mas achei curiosa a da vassoura atrás da porta!! Não fazia a mínima ideia!! hehehe


Arco- íris - Quem passar por debaixo do arco-íris muda de sexo: o homem vira mulher, e a mulher vira homem. – What?? Mas é possível passar por baixo do arco-íris?!!! Mas e a história do pote com moedas de ouro, haa?!! Ah pois, veio o Aladino e levou-o!!! LOL


Espelho quebrado - Quebrou um espelho? A superstição prega que serão sete anos de má sorte. Ficar se admirando num espelho quebrado é ainda pior. Significa quebrar a própria alma. Ninguém deve se olhar também num espelho à luz de velas. Não permita ainda que outra pessoa se olhe no espelho ao mesmo tempo que você. – A sério, nesta perdi-me, tudo isto com um só espelho?!! E eu que até achava um certo (vá muito) entusiasmo ao ver-me ao espelho juntamente com outro alguém…. Upa upa… ;)


Aranhas - Aranhas, grilos e lagartixas representam boa sorte para o lar. Matar uma aranha pode causar infelicidade no amor. – Upsss… Já perdi as contas às aranhas que matei e que mandei matar… no salvation!!


Bons desejos - Na hora de acordar, abra os dois olhos ao mesmo tempo para ver tudo com clareza e não ser enganado por ninguém. Ao levantar, procure dar o primeiro passo com o pé direito para atrair boa sorte e felicidade. Faça um desejo ao cortar a primeira fatia de seu bolo de aniversário. Ponha um caroço de melancia na testa e, antes que ele caia, faça um desejo. Jogue uma moeda numa fonte. Só faça um desejo quando a água parar de se movimentar e você enxergar o seu reflexo. Os gregos atiravam moedas em seus poços para que estes nunca secassem. Faça um desejo ao usar um sapato novo pela primeira vez. Enquanto você estiver cruzando uma pequena ponte, prenda a respiração e faça um desejo. – LOL, LOL, e LOL abrir os dois olhos ao acordar para não ser enganado?!! LOL :P


Agora, vou que tenho o Aladino lá fora à minha espera, e desta vez vem acompanhado pelos 7 anões e pelo Peter Pan!!! LOL



Happy Friday!! See you!!



Big Kisses

ML

quinta-feira, 12 de março de 2009

What a beautiful day


Que grande dia de SOL!! :)

“Eu quero fazer o elogio do amor puro, do amor cego, do amor estúpido, do amor doente, do único amor verdadeiro que há, estou farto de conversas, farto de compreensões, farto de conveniências de serviço. Nunca vi namorados tão embrutecidos, tão cobardes e tão comodistas como os de hoje. Incapazes de um gesto largo, de correr um risco, de um rasgo de ousadia, são uma raça de telefoneiros e capangas de cantina, malta do "tá tudo bem, tudo bem", tomadores de bicas, alcançadores de compromissos, bananóides, borra-botas, matadores do romance, romanticidas.

Já ninguém se apaixona?

Já ninguém aceita a paixão pura, a saudade sem fim, a tristeza, o desequilíbrio, o medo, o custo, o amor, a doença que é como um cancro a comer-nos o coração e que nos canta no peito ao mesmo tempo?”

Miguel Esteves Cardoso

segunda-feira, 9 de março de 2009

Rescaldo…


Escusando-me a fazer quaisquer comentários apresento o top das esplêndidas frases ouvidas aqui pela ML ontem, dia da internacional da mulher (só para memória futura):


1º Lugar: “Tu não mereces nadinha!”


2º Lugar:
“Só te envio um beijo porque ainda é dia da mulher!”


3º Lugar: “Tiveste o que mereceste: passaste o dia a trabalhar!”


No comments!!!!

Acho que está verdadeiramente patente nestas frases, o quão boa pessoa eu sou e a sorte que tenho por não viver na Síria!!! Uma caipirinha pleaseee!!!!

Ai a Velha....

In JN

Uma mulher síria de 75 anos foi condenada a 40 chicotadas, quatro meses de cadeia e deportação da Arábia Saudita, após cumprir as penas. Khamisa Mohammed Sawadi foi condenada por ter recebido dois homens, não familiares, em casa.

Os problemas para Khamisa Mohammed Sawadi começaram no ano passado, quando um elemento da Polícia Religiosa lhe entrou em casa, na localidade de Al-Chamli. A mulher estava acompanhada de duas visitas masculinas, mencionados como Fahd e Hadian, nenhum deles do mesmo sangue da idosa síria.

Noticia o jornal “Al-Watan” que um dos homens, Fahd, disse à polícia que tinha o direito de estar em casa de Khamisa Mohammed Sawadi, porque a mulher que o tinha amamentado quando era bebé. O outro homem, Hadian, de 24 anos, limitou-se a acompanhar o amigo, que terá ido oferecer pão à idosa síria.

Comissão para a Promoção da Virtude e Prevenção do Vício

O jornal “Al Watan”, que teve acesso ao acórdão, conta que o juiz 
concluiu que Swadi não era filho de Khamisa Mohammed Sawadi. Segundo o texto, a decisão assenta parcialmente no testemunho do elemento da polícia religiosa. Uma unidade policial que dá o corpo de milhares de agentes às emanações da Comissão para a Promoção da Virtude e Prevenção do Vício.

A Polícia Religiosa tem por dever, entre outros, zelar pela forma 
que as pessoas se vestem, a hora das orações e a segregação sexual.  Face à lei saudita, que segue o Wahabismo, uma interpretação rigorosa do Islão, as mulheres sofrem muitas restrições ao nível da indumentária, precisam da autorização do marido para viajar e estão proibidas de conduzir.

O caso de Swadi está a gerar controvérsia na Arábia Saudita. "Está a deixar toda a gente zangada, porque ela é como um avó", disse à CNN a activista saudita dos direitos das mulheres, Wajeha Al-Huwaider. "Quarenta chicotadas? Como pode ela aguentar a dor? Como se justifica isto?"

A mulher anunciou que vai recorrer da sentença e garantiu que Fahd é mesmo filho de amamentação. Dos homens não se sabe, ainda, se pretendem recorrer do castigo: Fahd foi condenado a quatro meses de prisão e 40 chicotadas; Hadian foi sentenciado a seis meses de prisão e 60 chicotadas.

Violada e condenada a prisão

O juiz escusou-se a comentar a notícia, remetendo mais informações para o Ministério da Justiça. Muitos sauditas acreditam que a recente remodelação governamental, que, entre outros, mudou a chefia da Comissão para a Promoção da Virtude e Prevenção do Vício, por um saudita mais jovem e, esperam, mais moderado, pode vir a fazer a diferença.

Uma mudança que pode contribuir para aligeirar a mão pesada da lei religiosa saudita, conhecida por outros casos polémicos. Entre estes, o de uma rapariga de 19 anos, violado por sete homens, que foi condenada a 200 chicotadas e seis meses de cadeia por ter-se encontrado com um homem não familiar. Os violadores foram condenados a penas entre 10 meses e cinco anos de cadeia. Perante a controvérsia mundial, o rei Abdullah bin Abdulaziz viria a perdoar a rapariga. 

domingo, 8 de março de 2009

A todas as Mulheres....


Os meus parabéns!!!! São fantásticas!

sexta-feira, 6 de março de 2009

I´m back, I’m back, I’m back!!!


Aproxima-se o dia Internacional do Sexo Forte! E afinal de contas, my friends, as mulheres dominam ou não a “coisa”??!!

(...)


coisa

do Lat. causas. f.,

qualquer objecto inanimado; o que existe ou pode existir; ente; caso; acontecimento; negócio; facto; assunto; matéria; acto; causa; motivo; mistério; espécie; bens; propriedades.


;)

quarta-feira, 4 de março de 2009

Instrutivo...

terça-feira, 3 de março de 2009

Mais uma semana....Mais problemas

Recebi ontem o seguinte email de uma amiga minha, directamente para mim, que me sensibilizou......

(Eu não sou Engenheiro, mas ela acha que o sou!!!)


Um Engenheiro morreu e chegou às portas do Céu. (É sabido que os Engenheiros, por sua honestidade, vão sempre para o céu.)

São Pedro procurou a ficha do Engenheiro nos seus arquivos mas, como andava um pouco desorganizado ultimamente, não a encontrou na montanha de documentos.
Então, disse para o Engenheiro:
- Lamento, mas o Seu nome não consta de minha lista...
Assim, o Engenheiro foi ter às portas do Inferno, onde lhe deram imediatamente moradia e alojamento.

Pouco tempo passou e o Engenheiro cansou-se de sofrer as amarguras do inferno.
Ele pos-se, a projectar e a construir melhorias.
Com o passar do tempo, o Inferno, já tinha ISO 9000, projecto de segurança contra incêndios, projecto térmico e acústico, sistema de monotorização de cinzas, ar condicionado, escadas rolantes, aparelhos electrônicos, redes de telecomunicações, programas de manutenção, sistemas de controle visual, etc...
E o Engenheiro passou a ter uma excelente reputação.
Um dia, Deus, estranhando a falta de reclamações que normalmente lhe iam chegando das bandas do Inferno, chamou o Diabo pelo telefone e perguntou desconfiado:

- Como estão vocês aí no Inferno?
- Nós estamos muito bem! Temos ISO 9000, projecto de segurança contra incêndios, projecto térmico e acústico, sistema de monotorização de cinzas, ar condicionado, escadas rolantes...... etc. Se quiser algumas dicas de implementação destes sistemas, pode mandar-me um e-mail para meu endereço, que é odiabofeliz@inferno..com.
E olhe que eu ainda nem sei qual será a próxima surpresa que o Engenheiro nos reserva!

- O QUÊ?! O QUÊ?! Vocês TÊM um Engenheiro aí??
Isso é um erro! Nunca deveria ter chegado aí um Engenheiro! Os Engenheiros vão sempre para o Céu; Isso é o que está escrito e já está resolvido. Mande-O de volta para o Céu imediatamente!

- Nem Pensar!!!! Eu gostei de ter um Engenheiro na organização... E ficarei eternamente com Ele.

- Mande-O para mim ou... EU O PROCESSO!!.
E o Diabo, dando uma tremenda gargalhada, respondeu a Deus:
- Ah, sim?? Então, só por curiosidade, responda-me: DE ONDE TIRARÁ UM ADVOGADO, se estão todos aqui???



Este foi o facto. Agora, o perfil:

BASTA ENTENDER OS ENGENHEIROS, AMÁ-LOS, ABENÇOÁ-LOS E DAR GRAÇAS A DEUS POR TÊ-LOS CRIADO!!

1. Um Engenheiro não é prepotente, ele está é rodeado de inúteis.

2. Um Engenheiro não tem o ego muito grande, o quarto é que é muito pequeno.

3. Não é que Eles queiram sempre ter a razão, os outros é que cometem sempre algum erro.

4. A um Engenheiro, não lhe faltam sentimentos, os outros é que são bébés chorões.

5. Um Engenheiro não tem a vida desorganizada, Ele só tem um ritmo de vida muito particular.

6. Um Engenheiro não vê o mundo, Ele muda-o.

7. Um Engenheiro não é um orgulhoso arrogante, os humanos é que simplesmente não entendem isto.

8. Um Engenheiro não é um ser frio e calculista, Ele simplesmente acha divertido passar por cima de pessoas comuns.

9. Um Engenheiro não é problemático, os usuários é que não entendem nada.

10. Um Engenheiro não é crítico, os erros das pessoas é que são muito evidentes.

11. Um Engenheiro não é um inútil para fazer tarefas diárias, a realidade é que as pessoas comuns gastam a sua energia valiosa em coisas fúteis, e um esfregão não necessita um planeamento muito complexo, e nem pode ser configurado.
12. Não é que o trabalho Os absorva, é que....do que é que eu estava a falar mesmo?

13. Um Engenheiro não comete erros, apenas testa os outros para ver se estavam a prestar atenção.

14. Não é que Eles se acham grande coisa, é que ELES SÃO!


Mas, lembrem-se: mesmo seres assim tão perto da perfeição, têm lá os seus problemas...
De forma que os que não são Engenheiros devem sempre procurar compreender essas almas tristes e torturadas entre a genialidade e a incompreensão.

segunda-feira, 2 de março de 2009

Delírios


Um belo par de mamas, umas pernas sublimes e uma barriguinha e um rabiosque bem torneados até a mim não me são indiferentes!!! No entanto confesso, que se as minhas hormonas estivessem direccionadas para saltitarem que nem umas malucas com exemplares do sexo feminino, estaria bem tramada porque seria certamente muitíssimo exigente. Para lá de (muito) selectiva. Na medida em que, há nitidamente um elevado número de meninas, mulheres, gaijas, whatever que ainda não conseguiu discernir muito bem a diferença entre o ser vulgar e o ser sensual. E o ser vulgar é um big-desinteresse, um big-turn-off que nem vos digo nada!


(…)


Serve o presente post para (também) informar que o arquipélago da Madeira vai finalmente fazer jus ao facto de ser considerado um jardim! A ML estará por lá uns dias em trabalho. LOL
Uns deliciosos dias de “dolce far nient”.

Estou a delirar. Não liguem.

Big Kisses
ML


"The most important thing is to enjoy life - to be happy - that's all that matters."
Audrey Hepburn

domingo, 1 de março de 2009

Wanna Play…?

Saber jogar é uma arte. Saber quando ir a jogo e quando entregar as cartas ainda o é muito mais.

O avançar e recuar quantas vezes forem necessárias. O dominar e ser dominada. O impor regras e colocar limites. O quebrar isso tudo.

Os gestos, os momentos e os olhares sublimes. Os detalhes. O perigo. O proibido. As palavras. Os arrepios profundos. A espera. As saudades. Os “ses” e as intermitências. A loucura. O desejo e as tentações. O querer muito e o saber parar.

Jogar está-me no sangue. E eu não o sabia.

Quem resiste a um bom jogo, hã?!



(...)



É oficial, tenho um ser Bipolar a viver dentro de mim. E isso até a mim me assusta!!