segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

2012: um ano em grande!


FM, depois de um ano repleto de emoções aqui estamos nós a viver, novamente, juntos um 31 de dezembro: a despedida deste ano memorável! 
Em 2012 fomos viver juntos, engravidei, partihamos toda a magia da gravidez e fomos pais!! 2012 foi o nosso ano, o ano que nos trouxe o nosso principezinho D. e só desejo que 2013 seja tão bom quanto este ano foi para nós.
Um brinde a nós! E a toda esta aventura que é a paternidade!
Amo-te!




sábado, 29 de dezembro de 2012

Meu Pequeno Mundo

terça-feira, 25 de dezembro de 2012

É Natal...

Lálálá....

Pareco um miúdo. Minha princesa deu-me uma prendona este natal. Um fantástico tablet galaxy note. Agora nem apetece dormir. Apetece ficar aqui toda noite a brincar com ele!
Aqui vai o primeiro post...

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Factor SPAC


"A amizade, entre um homem e uma mulher é (o leitor que escolha) um bico-de-obra; uma coisa muito linda; ainda mais complicado que o amor; absolutamente impossível; amizade da parte da mulher e astúcia da parte do homem; astúcia da parte da mulher com amizade da parte do homem; só possível se a mulher for forte e feia; impossível se o homem for minimamente atraente; receita certa para a desgraça; prelúdio certo para o romance; indescritível; inenarrável; sempre desejável; o que Deus quiser; o diabo.
O leitor que não tenha escolhido todas as hipóteses não percebe nada disto. Quanto à leitora, o mais provável é ter ficado a pensar , já que as mulheres portuguesas, por dura experiência, percebem mais destas coisas que os homens. Em Portugal, a amizade entre pessoas de sexos opostos (ou sexualidades opostas) é sempre muito problemática, dada a chamada «cultura vigente». A cultura vigente é dominada pelo conhecido Factor SPAC, que influencia todas as relações entre homens e mulheres. O factor SPAC (que significa, em repreensível português, «Salto Para A Cueca») esta sempre presente.
E a mulher que repara que o seu grande amigo esta disposto a discutir todos os problemas dela com a maior paciência e compreensão, mas que começa a arroxar e a esverdear, a puxar o lustro à cadeira com o rabo, sempre que ela lhe revela estar muito feliz com um novo amor. Ou (pior ainda) com um velho. Se o amigalhaço suporta a miséria mais camiliana com um sorriso, mas não aguenta a mínima menção de alegria, se ajuda muito nos dissabores e desamores mas empata ainda mais nos sabores e amores, levanta-se no espírito da mulher, legitimamente ou não, o factor SPAC. E ela interroga-se: «Se calhar este também me quer Saltar Para A Cueca?» E se calhar quer. Se isto é ou não um crime, é o que se vai ver.
O problema não é exclusivo das mulheres, também os homens podem atribuir a certos comportamentos femininos uma medida do factor SPAC (sobretudo o tipo de homem que pensa em Catherine Spaak, a esquecível actriz de cinema, antes de pensar em Paul-Henri Spaak, o memorável espírito impulsionador da CEE). O homem português tende a distinguir mais claramente entre Amigos e Amigas. Os Amigos são para copos e conversas escandalosas de bola e de «boas». E são também, nos casos extremos, para Sempre. As Amigas são para chavenas de chá e conversas profundas sobre a natureza do Inverno. Isto sem falar nos típicos caraméis para quem amigas é: todas as pessoas do sexo oposto com número de telefone, olhos bonitos e uma possibilidade mínima de 1 por cento na tabela SPAC.
A amizade entre homens e mulheres pode chamar-se isenta de factor SPAC quando se fala livremente, como os amigos falam, de terceiros amores. Se uma rapariga se sente a vontade para chegar ao pé de um rapaz e dizer pá! Sabes o que me aconteceu? Apaixonei-me! Não é porreiro? e se o rapaz acha que sim, que é bastante porreiro, então pode dizer-se que o factor SPAC está de ferias. Claro que haverá sempre alguns ligeiros ciúmes «Afinal já não posso ir contigo à festa — vou com a Gisela / o Giselo ao concerto, desculpa lá». Mas nada que ponha em perigo a amizade.
Uma das maneiras tradicionais de atenuar o factor SPAC e S mesmo PAC. «Pronto, agora que já estamos despachados neste departamento diz a mulher para o homem, atirando-lhe o maço de cigarros [está bem, pronto, de SG Pack], — vamos lá a ver se ficamos amigos». Os ex-amantes, depois do grande holocausto, podem dar bons amigos (desde que não se tenham amado de mais e dado cabo dos dois coraçãozinhos logo à partida). No cenário pós-SPAC (reza a teoria do Cacaracá conforme se expõe nos cafés do Porto e Lisboa), a curiosidade sexual é imediatamente saciada e a amizade pode florescer, desimpedida das ervas daninhas do desejo. E caso o salto seja em altura, homem e mulher, presumivelmente, decidem continuar amantes. Esta teoria (do Machao-Latino, ou «M-L») não presta, porque supõe que o SPAC é uma coisa simples e toda a gente sabe que, na cama, fazer amor é uma coisa, fazer só por fazer e outra, mas fazer amizade não é nem uma coisa nem outra. Mas a teoria oposta (da Machona-Lusitana, «M-L» à mesma) também não serve. Imaginando que o factor SPAC nunca existe entre um homem e uma mulher que sejam verdadeiros amigos, caem no simplismo contrário. Tal como o homem que pensa «Que chatice! Isto nunca mais passa da amizade para o que interessa!), a mulher que pergunta: «Será que este é mesmo meu amigo ou estará a fazer-se ao piso?» está a cometer o mesmo erro. É como perguntar acerca de um pastel de nata se é mesmo feito de farinha ou só de nata. Portugal não é só Lisboa, mas Lisboa também é Portugal (e não é pouco).
Se fosse como os M-L machos e fêmeas diziam, então os homens só podiam ter amigas muito feias (o que é limitativo) e as mulheres só podiam ter amigos muito desinteressados (o que seria muito desinteressante). A própria ideia de uma amizade inocente põe a hipótese de uma amizade culpada. Ora ninguém pode ter culpa de ser amigo doutra pessoa. A verdade é outra. Como as mulheres são diferentes dos homens (por exemplo, os segundos sentem-se mais obrigados a tentar SPAC das primeiras do que as primeiras PAC dos segundos), é natural que essa diferença se faça sentir nas relações de amizade. Quando não existe a mínima atracção de parte a parte, tudo bem. Mas quando existe, também não é mau. Alias, se houver uma gestão elegante dos vários frissons envolvidos, pode até ser melhor.
Vejamos. Em geral, as mulheres portuguesas gostam mais de ter amigos do que ter amigas. 0 Problema é que os homens também. Isto leva a um desequilíbrio considerável na oferta e na procura de amizades. Posto de maneira brutal, não faltam mulheres dispostas a serem amigas de homens. Os homens é que faltam mais. E aproveitam-se disso.
Por outro lado, as mulheres, regra geral, tornam-se amigas dos homens pondo a raridade e o valor da amizade acima da maior vulgaridade do SPAC. Tanto mais que o homem português não põe facilmente a hipótese de uma mulher se tornar amiga dele para lhe SPAC. O raciocínio típico do Homo lusitanus é simples: «0h... se ela me quisesse SPAC escusava de estar com tanto trabalho!» Em Portugal é assim. O homem acha que, no que toca a SPAC, é ele que tem de trabalhar.
E a mulher também conseguiu convencer o homem que é isso que ela acha também. Logo, o trabalho de amizade de uma mulher nunca é levado a mal pelo homem (é levado por outras mulheres; mas essa é outra história). Em contrapartida, o trabalho do homem é sempre posto em causa. E muito bem posto, aliás. Se ele propõe «Talvez fosse melhor ficarmos aqui em casa hoje à noite, não ouviste o boletim meteorológico?», ela faz muito bem em pensar: « Está bem, filho, já vais ver a imagem do satélite...». Mas faz mal em duvidar da amizade dele só por causa disso. A verdade é que o amigo talvez gostasse de lhe SPAC, não lhe cairia mal, não senhor, mas pronto, se não puder ser, ninguém morre por causa disso, ficamos amigos à mesma. Seja por natureza, seja por formação, o homem tem sempre de manter presente a possibilidade de SPAC da mulher. Pode ser de maneira Roskoff (tentando abertamente) ou pode ser de maneira Rachmaninoff (pensando, pianinho, na eventualidade de ficarem só os dois numa ilha deserta depois de uma bomba atómica ter destruído toda a humanidade), mas lá ter de ser, tem.
Resumindo: para as mulheres, como amigas de homens, a «amizade, amizade,amores à parte», enquanto para os homens é mais «amizade, amizade, e uns amores a parte, se puder ser, se faz favor, se não também não faz mal». Na verdade, a amizade e o factor SPAC não são mutuamente exclusivos. Pode ser-se muitíssimo amigo de alguém que se deseje muito, pouco, muito pouco ou nada. O factor SPAC tem o mesmo peso na amizade que o Max Factor no amor. Nem mais."

Miguel Esteves Cardoso - Os Meus Problemas

domingo, 23 de dezembro de 2012

Oh Oh Oh

O TTS, a ML e aqui o "Je" desejam a todos um GANDA natal, cheio de....aquelas cenas blá blá blá!!!

Concordo!

Acho que vou ver este documentário....

Que Mundo é Este?

Isto mete-me uma confusão do catano...para não dizer do confusão do caralho!!!!
Há 30 ditos cirurgiões que não fazem o que é suposto.... cada cirurgião faz em média uma cirurgia por semana. Dos 3600 funcionários do HSJ, 600 não põem lá os pés todos os dias... Sou só eu que acho isto um escândalo?!

Ahhh Vida!!!

sábado, 22 de dezembro de 2012

Tenho saudades...

... de passar tardes, literalmente, enrolada contigo no sofá a ver as nossas séries preferidas;

... de comer sushi;

... de beber uma garrafa de "Casal Garcia" num dos nossos jantares fantásticos e não me conseguir levantar da cadeira ou ser-me impossível parar de rir;

... de não ter horas para jantar e degustar os "nossos jantares" com toda a calma do mundo;

... de comer uma bela francesinha;

... de ir ao cinema contigo;

... de passar um fim de semana inteirinho fechada em casa contigo e de fazermos o que quisermos quando quisermos, sem horas sem relógios;

... de beber um Baileys com gelo durante os nossos famosos "serões" na nossa sala;

... de dormir uma noite inteira;

... dos nossos "natais";

... de comer "porcarias";

... de ir ao Dragão;

...

...

(e a lista podia continuar...)


Mas depois temos o nosso D. que precisa muito de nós e que apesar de me privar disto tudo me enche o coração!! ♥ (vá e os ouvidos também! :P)







Estou de Férias!!!!

É verdade, o meu querido computador está a fazer download obter de forma legal um álbum do Tony Carreira. Ao que cheguei. Acho que meu computador nunca mais vai ser o mesmo. Mas eu juro a pé juntos que não é para mim e nem sequer vou colocar a tocar nenhuma música desse senhor no meu PC para não estragar. 
Digamos que vamos fazer uma pequenina surpresa a uma pessoa com esse CD. É um sacrificiozinho...

Neste momento para não haver enganos toca "The Smiths" no meu PC

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Fuck it...Let's Go!

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Matemáticos...ajudem-me

Qual a probabilidade de isto acontecer? 16 Equipas, dois sorteios exactamente iguais!!!
Ponham lá os arranjos e combinações a funcionar..
No mínimo...estranho!!

Sara Sampaio na GQ de Janeiro.

E uma pessoa sente os anos a passar quando...


... vê uma ex-aluna "nestes preparos" numa capa de revista!



terça-feira, 18 de dezembro de 2012

São uns Senhoressss

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Muse - The Resistance Tour

Não é o concerto de Lisboa, porque esse foi só uma vez, mas é parecido e vale bem a pena ver para recordar :-) Até os óculos são iguais!!!

God....

Oh ML...tem pena de mim, ok?! Isto não pode ser verdade!!! A ser, acho que mando aquilo tudo abaixo!

domingo, 16 de dezembro de 2012

Álbuns Que Ouvi Mais de 50 Vezes


E aqui vai o meu primeiro contributo para esta rúbrica deste mui nobre blogue. 

Ora bem, para primeiro álbum era obrigatório escolher o "Viagens" de Pedro Abrunhosa! 

Decorria o ano de 1994 e eu no auge dos meus 14 anos ouvi vezes sem conta este álbum. Soletrava de cor e salteado todas as letras, adormecia ao som do “Tudo que eu te dou”, sonhava acordada sempre que ouvia a música “ Viagens”, delirava ao som da “Lua” e disparatava quando ouvia o “Não posso mais” ou até mesmo o “Socorro”. 

Foi durante muito tempo o “meu álbum” de eleição, “Viagens” fica também na história por ter sido o meu primeiro CD.

Porque Mourinho é o Maior

Eu não posso com o real Madrid e quero sempre que eles percam a não ser que estejam a jogar contra uma certe equipa de vermelhos. Mas o Mourinho é o maior...

sábado, 15 de dezembro de 2012

Ansiosa pelo nosso Natal!

A árvore está cada vez mais gira... e cheia de mimos! :)

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Minuto 52:21

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Está a ficar...

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Update: este Natal promete!

Estou hiper ansiosa pelo nosso Natal. Este ano a três! Se há coisa que tenho orgulho é na família que estamos a construir! Ando hiper babada com os meus dois príncipes! Mas deixemo-nos de lamechismos por hoje!! 
FM serás capaz de adivinhar algum dos teus presentes? Será que te vou surpreender?

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Ironia

Custa-me ver a Alemanha estar associada a um qualquer prémio em nome da paz...Depois da história do último século eles não deveriam sequer ser passíveis de serem propostos, quanto mais eleitos para o que quer que fosse.

E Assim Vai o Nosso Jornalismo...

Eu, que não sou lagarto sportinguista acho inacreditável o profissionalismo que existe na comunicação social portuguesa, assim como a falta de isenção.
Hoje o site da TSF tinha o seguinte aspecto:
Como podem ver o símbolo do Sporting (ainda escrevo com letra maiúscula como se merecessem), está alterado, quase mais parece uma caricatura. Não me convencem que isto foi um gesto inadvertido e inocente. Não me parece mesmo. Nem com o pedido de desculpas que fizeram convencem alguém. Para fazer aquela montagem do estádio com os símbolos, alguém teve que perder tempo a construir a imagem e não acredito que não reparasse nisso.

sábado, 8 de dezembro de 2012

Este Natal Promete

Onde é que já se viu...

Mulher anda no shopping e eu em casa a cuidar do D. E é de mim ou ele já largou outra bomba naquela fralda.

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Cool





Tudo Gente Boa!

Pois, é tudo gente boa. Gosto das pessoas que vem para a TV como analistas e mandam umas "bojardas" demagógicas e que afinal, no finalizinho....pumba.
Mas não é  o único. Ainda me criticam quando digo que é tudo a mesma escumalhada!!!!

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Está Tudo Louco

Mais uma notícia interessante. Ao que parece uma senhora de profissão duvidosa, que não deixa dúvidas nenhumas, resolveu filmar um videoclip no metro e para tal toca a fazer o que ela melhor sabe, despir-se.
"Atenção passageiros, vou gravar umas imagens para um vídeo musical, não se assustem e tapem os olhos às crianças", disse a jovem antes de começar a sua exibição.
 Gosto da parte do "não se assustem". Poderiam pensar que é um ataque terrorista.

Following Sea

Eu quero ouvir o novo (que já não é tão novo como isso) álbum dos dEUS inteirinho sem me interromperem com perguntas, concentrado no meu trabalho

Este é o Vosso Destino!!!

Há coisas que não entendo.
O SLMerda jogou ontem contra uns bidões da equipa Z do Barcelona. Quem não conhece as estrelas do Barça que jogaram ontem: Panas, Sergi Roberto e Rafinha.
 Mesmo assim não conseguiu ganhar. O treinador do Barça disse e passo a citar o pasquim "Coloquei Messi em campo porque era um bom treino". 
O JJ, esse iluminado, ainda tem a lata de dizer: "Nenhuma equipa conseguiu fazer em Camp Nou, este ano, o que o Benfica fez.".

Não tenho adjectivos para este senhor.

Miss Bumbum Brasil 2012 - Vencedora

aqui tinha falado deste evento. Muito nobre. Não sei porque é que tem menos protagonismo na nossa sociedade do que o festival de cinema de Cannes, ou algo do género. Merece toda a atenção dos nossos medíocres media.
O que me leva a falar nisto outra vez não é o facto de ter sido encontrada uma vencedora, de seu nome Carine Felizardo (Com um rabo daqueles tem que ser felizardo(a)). O que me leva a voltar a escrever é a sua afirmação que me dá que pensar:
"Estou nervosa. Não sei falar inglês e nem francês, estou achando que eles só vão olhar para minha bunda", disse Carine Felizardo.
Ora bem..."portantos" ela entra num concurso para mostrar o pacote e está à espera de quê?! Daqui a nada vai acusar o júri de machismo por só olharem para o pacote da senhora. Acho inadmissível esta sociedade que julga as concorrentes do Miss Bumbum Brasil apenas pelo rabo...que triste!
Aproveito e deixo um vídeo do desfile. Ainda não tive oportunidade de o ver, dado que estou no meu local de trabalho e era chato o meu chefe apanhar-me a ver cus! 

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Que Deprimente

Não consigo ver um jogo da champions e ouvir os comentários do Fernando Correia da TVI. Não tenho nada contra o homem. Nem é facto de ele trocar os nomes dos jogadores do Porto. É que estraga mesmo o jogo. O senhor já devia estar em casa a gozar a sua reforma em vez de destruir a emoção dos jogos.

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Álbuns III

Apesar de não ser um álbum de originais, mas um concerto em Chicago, acho-o para lá de fantástico, tendo mesmo músicas que resultam muito melhor do que no álbum de estúdio.
São presenças assíduas no festival Primavera Sound (quer em Barcelona, quer no ano passado no Porto). Tenho pena de nunca os ter visto ao vivo.

Monday

Sobre as eleições americanas, sim eu sei que já passaram umas semanas, mas hoje em conversa recordei este episódio deprimente. Como é que uma pessoa quer ser presidente americano se presta a este papel?!
Eu se tivesse intenção de votar nele, pensava duas vezes depois disso. A dança original já é coisa para me deixar para lá de irritado, então este gajo....pffff.