quarta-feira, 30 de setembro de 2015

É indescritível a sensação de deixar os nossos filhos a chorar no infantário, a implorar para não os deixarmos naquele sitio.

1 comentário: